Do Verdão para a África

Image

Funcionário do Verdão realizará trabalho voluntário na África (Foto: Divulgação)

Na próxima sexta-feira (06), o continente africano receberá uma visita muito especial. Antônio Ferreira Bento, 35 anos, mais conhecido como Ronaldo, é funcionário da Sociedade Esportiva Palmeiras e vai embarcar para Moçambique, onde realizará um trabalho voluntário com as crianças do país.

Palmeirense roxo, Ronaldo nasceu em Fortaleza, no Ceará, e veio para a cidade de São Paulo em 1994. Em 2002, convidado por um amigo, o cearense começou a trabalhar na Academia de Futebol. “Eu auxilio todos os gramados, faço a manutenção de tudo o que precisa. Não tenho uma função definida, eu faço de tudo”, contou.


Projeto África Moçambique

A ideia do projeto surgiu em 1987, mas foi em 2009 que o Projeto África Moçambique começou a ajudar a população de Moçambique a ter uma vida melhor. O trabalho não gera lucros aos idealizadores e conta com a doação de uniformes do Palmeiras para a realização de torneios de futebol com as crianças africanas. Nesta sexta-feira (06), às 18h30, Ronaldo embarca rumo à realização de um sonho.

“A princípio, o projeto era para o Ceará, pois há muita pobreza por lá. Mas, após voltar do Ceará, ele (o idealizador do projeto) foi conhecer a África e viu que a necessidade de lá é muito maior. Como eu estou cursando educação física, ele perguntou se eu gostaria de ajudar as crianças da África com o esporte.”

“O nosso trabalho é tirar as pessoas das ruas, abrir a mente delas. Vamos começar com as crianças, eu vou trabalhar com o esporte. Nós vamos organizar campeonatos de futebol para as crianças. E, principalmente, tirá-las das drogas”, disse o funcionário do Verdão.

Ronaldo ficará 30 dias no continente africano, mas revelou que, se pudesse, ficaria mais. “Eu nem imaginava sair de São Paulo, muito menos do Brasil. Eu fui para Moçambique, pela primeira vez, em julho de 2010 e gostei do trabalho. Seis meses depois, eu fui novamente. Agora, eu vou para ficar 30 dias, se fosse possível, gostaria de ficar 60”, declarou.

Porém, quando o assunto é morar fora do país de origem, o palestrino não tem dúvidas. “Já existiu a especulação de ficar na África depois que eu me formar (em educação física). Quando eu estou trabalhando com as crianças, eu gosto muito, mas sinto falta do Brasil. Lá é outra realidade, não existe harmonia e carinho, igual aqui. Não me vejo morando fora do meu país.”

Anúncios

Publicado em julho 3, 2012, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. OLÁ RONALDO, PARABENS PELA INICIATIVA, E AINDA POR CIMA IRA DIVULGAR O NOSSO GLORIOSO PALESTRA EM OUTRO CONTINENTE, MAISUMA VEZ OBRIGADO, DIVULGUE AS FOTOS QUANDO VOLTAR, BOA VIAGEM

  2. Trabalho muito bonito, que transcende as fronteiras do futebol para levar conforto a pessoas necessitadas. parabéns ao “Ronaldo” e a Sociedade Esportiva Palmeiras.

  3. Thiago Rodrigues da Silva

    vlw parceiro..sou seu conterrâneo..tbm moro em fortaleza..e tbm sou palmeirense roxo..meu sonho seria jogar no palmeiras mais como ñ tive oportunidades meu outro sonho seria poder trabalhar no palmeiras e poder conhecer os jogadores..todos do palmeiras..obg e boa sorte e boa viagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: