Arquivo mensal: novembro 2011

Campeão do mundo acompanha Verdão

Ag Palmeiras/Divulgação

Villeneuve posa ao lado do presidente Arnaldo Tirone e seu filho

O piloto canadense Jacques Joseph Charles Villeneuve, ou simplesmente Jacques Villeneuve, assistiu a partida entre Palmeiras x São Paulo, neste domingo, no camarote Premium BPS Palestra Itália, responsável pelos camarotes corporativos no estádio do Pacaembu.

No domingo em que a cidade de São Paulo sediou o GP de Fórmula de 1 de Interlagos, Villeneuve foi levado ao Pacaembu pelo empresário e apresentador do Bandsports, Beto Saad.

Após a vitória palmeirense por 1×0, o campeão da Fórmula Indy em 1995, das 500 Milhas de Indianápolis no mesmo ano e campeão mundial de Fórmula 1 em 1997, confidenciou aos amigos que estavam no camarote que, no Brasil, seu time de coração passou a ser o Palmeiras.

Villeneuve também se encontrou com o presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, e posou para fotos ao lado do mandatário do Verdão e de seu filho, Guilherme Tirone.

Anúncios

É campeão!

Neste sábado (26), o Verdão se sagrou campeão do Campeonato Paulista sub-17. Se você não teve a oportunidade de acompanhar a final contra o Santos, o Blog da Academia traz para você os melhores momentos desse jogaço.

O vídeo, gravado e produzido pelos amigos da Pró Palmeiras/Antena Verde, foi gentilmente cedido para o site oficial do Palmeiras.

Palmeiras Camp e Campanha de Doação de Sangue na camisa

Divulgação

Divulgação

No jogo deste domingo, contra o São Paulo, o Palmeiras vai atuar com uma camisa confeccionada com duas novidades: as logomarcas da Palmeiras Camp, na altura dos ombros, e da campanha ‘Time Sanguíneo Pró-Sangue’, com o tipo sanguíneo de cada atleta estampado nas costas da camisa.

O Palmeiras Camp é um projeto pioneiro no Brasil e desenvolvido pelos departamentos de futebol e marketing do clube, que proporciona a garotos e garotas de 9 a 16 anos a experiência de ser atleta de futebol. O evento será realizado no hotel Oscar Inn Resort, em Águas de Lindoia, que conta com uma estrutura de alto nível. O lugar é utilizado por diversos clubes durante as pré-temporadas e períodos de treinamentos.

No Palmeiras Camp, as crianças encontrarão uma rotina idêntica a de um jogador de futebol: vão participar de todos os treinos táticos e físicos, terão alimentação balanceada e inclusive irão se concentrar, como se fosse uma verdadeira pré-temporada. Tudo isso supervisionado por profissionais das categorias de base do Verdão. Além disso, como em 2010 e 2011, esses garotos e garotas disputarão alguns desafios, como cobrança de pênaltis, precisão, bolas na trave, entre outros.

A estrutura do evento comporta até cem jogadores por turma, o que proporciona aos participantes um treinamento mais específico e melhor monitorado. Todas as crianças ficarão em quartos de alto padrão e poderão utilizar toda a área de lazer do hotel.

Já a campanha ‘Time Sanguíneo Pró-Sangue’ é uma ação que tem como objetivo conquistar novos doadores, criar o hábito da doação e engajar as pessoas para que se tornem divulgadoras da causa.

Um gol para a eternidade

Não é exagero dizer que o gol de César Sampaio, na semifinal do Campeonato Brasileiro de 1993, contra o São Paulo, foi um dos mais bonitos da história do Palmeiras e também do futebol brasileiro. O jogo aconteceu no Morumbi contra o rival que proporcionou embates históricos durante boa parte da década de 90.

Sampaio desarmou a bola no campo de defesa do Palmeiras, roubou a bola de Leonardo e arrancou em direção ao meio-campo. O ‘Monstro do Palestra’, como era conhecido, chegou até a meta são-paulina, quando ainda deu um lindo corte no volante Luis Carlos Goiano, um drible pela direita no goleiro Zetti e empurrou para as redes, aos 37 minutos do segundo tempo.

“Até hoje sou parado nas ruas por causa desse gol. Foi, realmente, o mais bonito de toda a minha carreira”, relembra Sampaio, como se fosse hoje. “Palmeiras e São Paulo faziam grandes jogos e nós fomos com moral para a final ao vencer aquele jogo.”

Após muitos anos, o atual gerente de futebol do Verdão foi jogar no São Paulo, em 2004. E mesmo tendo atuado por apenas três meses, acumulou amigos e prestígio. “Fiz amigos em toda a diretoria, com os jogadores, e isso é um sinal que fui respeitado”, disse o dirigente alviverde, que admitiu: ainda não conversou com um dos seus melhores amigos, o meia Rivaldo, às vésperas do duelo deste domingo.

“Desde os meus tempos de jogador, não converso com ninguém do time rival antes dos jogos. O Rivaldo é um grande companheiro, mas só vou falar com ele depois que o árbitro apitar o final do jogo.”

Ouça o Áudio do gerente de futebol palmeirense falando sobre o gol e relembra da pintura acessando o vídeo abaixo.

ENTREVISTA COM CÉSAR SAMPAIO


SÃO PAULO 0x2 PALMEIRAS – BRASILEIRO DE 1993

Espectador ilustre

Ag Palmeiras/Divulgação

Arce assistiu o treino do Verdão nesta sexta-feira (25)

Atual técnico da seleção paraguaia e um dos maiores laterais da história do Palmeiras, Francisco Arce esteve hoje na Academia de Futebol para rever alguns amigos e assistir ao treino da equipe profissional do Verdão.

Arce se reencontrou com o técnico Luiz Felipe Scolari e outros protagonistas do título da Copa Libertadores de 1999, casos do gerente de futebol César Sampaio, do coordenador técnico Galeano, do auxiliar Flávio Murtosa, do preparador de goleiros Carlos Pracidelli e do goleiro Marcos.

Pelo Palestra, Arce disputou 242 jogos entre 1998 e 2002, contabilizando 114 vitórias, 61 empates e 67 derrotas, com 57 gols marcados. Além da Libertadores-99, faturou a Copa do Brasil de 1998, a Copa Mercosul de 1998, o Torneio Rio-SP de 2000 e a Copa dos Campeões de 2000

Cuidando da molecada

A exemplo do que ocorre todos os anos no clube, quando são realizadas conferências sobre DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis), sexualidade, drogas, nutrição e outros temas, os atletas das categorias sub-14, sub-15, sub-17 e sub-20 do Palmeiras assistiram nesta segunda-feira [21] a uma palestra sobre qualidade de vida ministrada pelo dr. Oliveira, fisioterapeuta especialista em saúde pública.

Ag Palmeiras/Divulgação

A assistente social do Verdão, Thais Savoy, explica que haverá uma palestra por semana, no período de um mês, cada uma com um assunto específico.  “A saúde é a maior riqueza do ser humano e devemos priorizá-la em nossas vidas. Quando pensamos em prevenção de doenças, por exemplo, o mínimo que se exige é informação. Falar abertamente sobre os temas abordados elimina alguns paradigmas”, diz Thais. “Além disso, a pessoa precisa do equilíbrio social para desenvolver suas potencialidades como profissional e cidadão”, completa.

A realização do evento é do Grupo Saúde e Vida, que atende gratuitamente escolas, empresas e grupos interessados nos temas (http://www.saudeevida.com.br/).

Ag Palmeiras/Divulgação

Faith No More é nosso!

A banda norte-americana Faith No More, mais uma vez, deixou claro seu carinho pelo Palmeiras. Durante show realizado na última segunda-feira [14], no festival SWU, em Paulínia (SP), o vocalista Mike Patton fez a saudação: “Obrigado São Paulo, Paulínia, Campinas, todo o Brasil….e o Palmeiras também!” (vídeo 1)

Essa não é a primeira vez que Patton fez referência ao Verdão em uma apresentação. No festival Maquinaria, realizado em 2009, em São Paulo, o astro fez uma improvisação em homenagem ao Palestra. “Esta aqui vai para o Palmeiras”, anunciou, antes de tocar uma melodia futebolística num megafone e gritar mais vezes o nome do clube (vídeo 2)

Na verdade, a ligação da banda com o Palmeiras é antiga. No festival Monsters of Rock de 1995, também em São Paulo, o baixista Billy Gould tocou com a camisa verde (vídeo 3)

O departamento de marketing está providenciado um kit especial para a banda, com camisas personalizadas, DVDs com a história do clube e outros brindes. Além disso, claro, também convidar o Faith No More para visitar a Academia de Futebol e assistir a uma partida do Palmeiras no estádio.


Primeira vez em Pituaçu

Crédito: Wikipédia

Estádio foi inaugurado em 2009

Neste domingo (20), contra o Bahia, o Palmeiras vai jogar pela primeira no estádio de Pituaçu, em Salvador-BA. Inaugurado em janeiro de 2009, o estádio tem o nome oficial de Governador Roberto Santos e capacidade para 32 mil pessoas. A previsão é que o ‘alçapão’ esteja lotado, já que, até esta quinta-feira, 19 mil ingressos já foram vendidos.

A massa palmeirense também deverá comparecer em ótimo número, afinal, faz 11 anos que o Palmeiras não enfrenta o Bahia como visitante. O último jogo entre os dois clubes em Salvador aconteceu na Copa João Havelange de 2000, na saudosa Fonte Nova, e o Palmeiras venceu por 2×1. Os gols foram de Juninho e Tuta (P) e Jorge Wágner (B).

O Verdão, dirigido por Marco Aurélio, foi a campo com Sérgio; Rodrigo Taddei, Paulo Turra, Gilmar e Tiago Silva; Fernando, Magrão, Flávio e Juninho; Basílio (Juliano) e Tuta. Já o Bahia, treinado por Evaristo de Macedo, jogou com Émerson, Filipe Alvim (Fabrício Carvalho), Jean Elias, Maurício e Jefferson; Reginaldo Nascimento, Bebeto Campos (Valdomiro), Jorge Vágner e Vágner; Nonato e Marcos Paulo (Curê).

Como visitante, o Palmeiras tem vantagem atuando diante do Bahia. Em 24 jogos, foram 12 vitórias do Palmeiras [36GP], 8 empates e 4 vitórias do Bahia [15GP]. Em jogos do Campeonato Brasileiro, foram 15 jogos como visitante, com 6 vitórias do Palmeiras [12GP], 5 empates e 4 vitórias do Bahia [11GP].

Estreia e descontração

 Ag Palmeiras/Divulgação

Ag Palmeiras/Divulgação

Ag Palmeiras/Divulgação

O repórter Paulo Tiefenthaler conversa com o atacante Maikon Leite pela janela da sala de musculação da Academia

Ex-apresentador e novo repórter do RockGol, da MTV, Paulo Tiefenthaler fez na tarde desta quinta-feira [17] a sua primeira matéria em um centro de treinamento de clube. O local escolhido foi a Academia de Futebol do Palmeiras.

Tiefenthaler participou da entrevista coletiva do meia Luan e bateu um descontraído papo com o atacante Maikon Leite e o gerente de futebol César Sampaio. O RockGol é transmitido toda segunda-feira, das 22h30 às 23h15.

Além do trabalho na MTV, Tiefenthaler é apresentador do programa Larica Total, do Canal Brasil, e tem muitos fãs dentro do elenco palmeirense.

Campanha de conscientização

                                                                                                                                                    Ag Palmeiras/Divulgação

Os atletas Juninho (meia), Luis Gustavo (zagueiro), João Denoni (volante) e José Mateus (meia) ao lado da assistente social do clube, Thais Savoy

Há cinco rodadas neste Campeonato Brasileiro, jogadores das categorias de base do Palmeiras têm sido responsáveis por uma campanha de conscientização da torcida alviverde. São os jovens pratas da casa que, antes do início das partidas e durante o intervalo, circulam pelo campo com uma faixa pedindo para que os torcedores não atirem objetos no gramado nem utilizem raio laser para incomodar os atletas.

A cada partida, há um revezamento entre os jogadores e a categoria a ser representada. No duelo da última quarta-feira [16] com o Vasco, no Pacaembu, a honraria coube a quatro promessas da equipe sub-17: o zagueiro Luis Gustavo, o volante João Denoni e os meias Juninho e José Mateus.

O sub-17 do Verdão está na final do Campeonato Paulista. O primeiro confronto da decisão será no próximo sábado [19], às 10h, contra o Santos, no estádio Ulrico Mursa. A partida Serpa transmitida ao vivo pele Rede Vida.